domingo, 15 de fevereiro de 2015

Entrevista: Luene Alves

Postado por Viviann Kelly às 15:01 1 comentários





Agradecemos a oportunidade e o carinho depositado no Point da Literatura
Luene Alves, mas conhecida pelo seu nome artístico de L.L Alves, autora de mudanças um livro voltado para os leitores juvenis, a autora também é formada em Letras, venha conhecer um pouco mais da nossa parceira




1-      Luene, qual foi sua inspiração para escrever seu livro Mudanças?
Primeiramente, obrigada pela oportunidade e carinho, Viviann! Bom, escrevi Mudanças aos 13 anos de idade, por isso a inspiração veio do momento em que eu vivia: a própria adolescência. Foi o primeiro livro que escrevi na vida, então na época meu desejo era apenas concluir um livro e sentir aquela sensação de dever cumprido.

2-      De onde surgiu a ideia tanto de mudanças quanto da Instituição para Jovens Prodígios?
A ideia de Mudanças surgiu da minha própria experiência, como disse acima. Foi um livro mais intuitivo, mais espontâneo, onde utilizei elementos da cidade onde morava e das pessoas que conhecia. Já Instituição para Jovens Prodígios surgiu de um sonho. Hoje em dia o sonho tem pouca relação com o enredo, mas foi a partir dele que comecei a ter as ideais centrais para o desenvolvimento da saga.

3-      Como conheceu esse mundo literário?
Conheci através da J. K. Rowling, com Harry Potter. Do momento em que conheci o bruxinho mais famoso de todos os tempos, descobri que viveria minha vida lendo e criando histórias fantásticas.

4-      O que você mais gosta em Veronica “mudanças”?
Sua teimosia. Por mais incrível que pareça, a teimosia de Verônica é o que mais me surpreende e emociona. Verônica tem uma personalidade bem difícil, chatinha até, mas é muito real, palpável sabe? Por isso sua teimosia, sua necessidade de sempre continuar vencendo os desafios da vida, é o mais me agrada.

5-      Se pudesse ser um personagem de todos os livros que já leu, qual seria?
Nossa, que pergunta difícil! Acho que eu escolheria a própria Lara Müller de Instituição para Jovens Prodígios.

6-      Qual seu maior sonho?
Tenho muitos sonhos: sou feita de sonhos rs É claro que um deles, talvez um dos maiores, é que meus livros sejam conhecidos em todo o Brasil – que minha histórias encantem, emocionem e divirtam diversos leitores.

7-      Está satisfeita com sua vida? Por quê?
Na medida do possível sim. Acredito que muito pode melhorar, e estou correndo atrás para que melhore, mas no momento sou grata por tudo que tenho.

8-      Deixe uma mensagem para os leitores de Point da Literatura
Espero que Lara, Verônica e tantas outras personagens, sempre os surpreendam, assustem ou lhes tirem lágrimas, e que a vontade de chegar à última página de cada livro meu nunca passe! Obrigada pelo carinho.

9-      Pense Rápido: Uma pessoa, um lugar, um momento, um filme?
Minha mãe, minha casa, minha formatura da faculdade, O Castelo Animado.

10-   Quais seus planos para 2015?
Escrever muito!! Trabalhar nos projetos antigos e nos novos, e não parar de escrever!

11-   Seu livro mudanças foi indicado para alguns prêmios, qual foi a sensação de ser reconhecida?
Foi incrível! Não esperava que meus livros fossem indicados em tantos prêmios! A sensação de gratidão e de satisfação é enorme, fico emocionada ao relembrar.


Adorei seu carinho e o tempo que reservou para responder nossa entrevista, muito feliz e em breve teremos resenha do seu livro mudanças :)

Parceria: Marcio Muniz

Postado por Viviann Kelly às 14:45 0 comentários

Segue mais um de nossos parceiros, espero que gostem!!!


Nasci em São Paulo, capital, em 21/01/1957. Meus pais eram Carlos Rech e Maria Madalena Rech, ambos nascidos em Santa Catarina e vindos para São Paulo a fim de trabalhar e tentar novos caminhos.
Sou formada em Comunicação Social e possuo duas pós-graduações: Docência Superior e Educação a Distância – Gestão e Tutoria.
Trabalhei como publicitária, vendedora, mas, após um grave acidente de trabalho, passei a atuar como autônoma, montando uma empresa familiar na área de Gráfica rápida. Depois de um tempo, fui exercer a função de redatora e revisora de textos, primeiro, em duas editoras e, em seguida, como free lancer.
Desde 1999, sou professora no Instituto Teológico Quadrangular, um Curso Livre em Teologia que prepara líderes e pastores para o ministério eclesiástico. Há seis anos, acumulo a função de Coordenadora Pedagógica. Fui, ainda, professora em uma faculdade de Teologia.
Sou, também, pastora da Igreja do Evangelho Quadrangular.
Algumas particularidades sobre mim são que, desde menina, amava ler e escrever coisas diferentes. Creio que sempre tive o sonho e uma certeza em meu coração de que esse dom dado a mim por Deus frutificaria um dia. As brincadeiras infantis e minha imaginação sempre foram muito voltadas a inventar estórias. Vivia escrevendo ou contando “casos” aos meus amigos. Gostava de ver as reações deles às minhas invenções (pra não dizer “mentirinhas”, né? Kkkkk) e histórias verdadeiras, nas quais dava muita ênfase na interpretação. Acho que sempre fui meio teatral...

Por ser muito tímida, conversava e interagia com pouquíssimas pessoas. Nunca fui popular ou cercada de amigos, mas os que eu possuía eram (e ainda são) pessoas maravilhosas (principalmente, por conseguirem me aguentar... rssss). Depois de começar a escrever, senti-me mais livre, menos preocupada em ser aceita pelos “bons”, pelos “populares” e percebi que não preciso de nenhum estereótipo para ser feliz. Preciso apenas ser eu mesma e me aceitar como sou: meio tímida, meio maluquinha, meio professora aloprada... Não importa. Amar a mim mesma e aos outros é o principal e o que realmente importa pra mim.






Sinopse: Em um mundo tão pragmático e cheio de dramas, impregnado de uma fria realidade, um pouco de fantasia nos faz ter com ele um relacionamento mais suave e agradável. Encontros com o amor é uma coletânea de contos que nos mostra que o amor pode estar ao lado, no ar, em toda parte, sob nossas vistas, ao alcance das mãos, à nossa espreita, à nossa espera. Como digo em uma de minhas poesias: “Quem nunca ouviu falar do amor? Quem com ele nunca se encontrou?” Aqui ele é relatado de forma singela, por vezes parecendo surreal e por que não, como matéria palpável. Encontros com o amor podem ser inusitados, imprevisíveis e sem dúvidas, inesquecíveis.

Amor, somente amor
Que chances um garoto pobre, negro, morador de uma comunidade do Rio de Janeiro, teria com uma bela menina rica, branca, frequentadora da alta-sociedade carioca?
Teoricamente, nenhuma!
Pior... para Breno, não bastará apenas conquistá-la, terá que lutar contra o preconceito imposto por todos... principalmente, pelo próprio pai dela! Seu Levi é um homem autoritário, extremamente preconceituoso e arrogante, jamais permitirá que sua filha venha a namorar um “favelado”.
Mas Breno encontrará em Lucas – um playboyzinho que mora no mesmo condomínio de Sabrina e que frequenta a mesma comunidade de Breno em busca de saciar seu vício –, um forte aliado. Será com sua ajuda e companheirismo que ele tentará romper com todas as barreiras impostas por nossa sociedade e conquistar o coração de Sabrina. 


Sinopse Vida e verso em prosa


Para momentos de reflexão, dias leves e envolventes, a leitura de vida e verso em prosa é a mais indicada. Com palavras simples e claras, o autor traz aos amantes da poesia e, aos não amantes também, o privilégio de passear por situações inusitadas e vivê-las com uma intensidade verdadeira.


Todos os livros podem ser comprados também diretamente com o autor ou na livraria Maju do Parque shopping Sulacap no RJ.


domingo, 8 de fevereiro de 2015

Resenha: Memórias de Julho

Postado por Viviann Kelly às 10:04 1 comentários
Memórias de Julho


Viviann Kelly

Memórias de Julho o livro de Jéssica Figueiredo de 365 páginas, conta a história de 5 amigos: Marcos, Mila, Mari e Lucas  que vivem juntos as maiores aventuras junto com um vira lata chamado Roi-Roi.
A história se passa no ano de 1992 em Recife. Os amigos sempre se encontram na cabana e decidiram colocar suas memórias dentro de um baú que todos os anos colocaram fotos neles. Os anos se passaram e ambos prometeram que estariam sempre juntos. Durante seis anos eles fazem a mesma coisa até que um dia em Julho de 1998 muda a vida de todos eles, mas o que será que aconteceu que fizeram todos se separar? Após 14 anos separados, Marcos decidi re-encontrar seus amigos e manter a promessa de ficarem juntos.
Um livro mágico que nos leva a nossa infância e nossos amigos que deixamos para trás por conta das coisas da vida, a felicidade e o sofrimento dos personagens, fazem o leitor se emocionar junto com eles. Apesar da distancia e de tantas as mudanças essas 5 crianças mostra que o que é verdadeiro sempre vai prevalecer e que a força do amor e da amizade é muito mais importante.

Venha chorar, se emocionar e viver seu passado nesse livro cheio de amor e de memórias lindas. 

Resenha feita com parceira ao Arca Literária!

Em breve entrevista com a autora Jéssica Figueiredo

Resenha: Clandestino Amor

Postado por Viviann Kelly às 09:59 1 comentários
Clandestino Amor

Viviann Kelly

Clandestino amor um livro de o gênero romântico com uma pitada de erotismo, conta a história de Eduardo Martins um empresário bem sucedido e politico que se envolve com Melissa Mackenzie uma viúva que trabalha com ele, ambos acabam se envolvendo e vivendo em clandestinidade por conta que Eduardo é casado, mas mantém o relacionamento com Melissa e vive um casamento de aparências e mentiras com sua esposa Liz.

No começo achei que seria erotismo do começo ao fim, pois o livro já começa um tanto quente, mas no decorrer das páginas, comecei a me prender ao livro e me entregar nesse romance clandestino de Eduardo e Melissa.

Melissa acaba se entregando de corpo em alma nesse relacionamento sabendo que ao final de uma noite de prazer Eduardo voltará para a mulher dele, qual mulher já não teve um amor Clandestino?
Um livro cheio de mistério, romance, suspense, aparências... Qual será a escolha de Eduardo, viver esse amor que tanto o inspira ou viver de aparências mantendo seu casamento com Liz?
Acredito que o livro deveria acabar na pagina 209, pois assim que acabei essa pagina e comecei a outra joguei o livro na parede de raiva da autora!
Estava tudo perfeito, mas a senhora Ahtange acabou com tudo! (risos)
Deixarei para aqueles que lerem dizerem o que acham, pois espero que como eu... ADOREI!
Ansiosa para conhecer novos livros da autora e se emocionar e irritar a cada página.



Uma grande amiga e parceira, obrigada por todo esse carinho nesses últimos meses!!!

Resenha: A Hora da Verdade

Postado por Viviann Kelly às 09:54 1 comentários


A Hora da Verdade

Viviann Kelly

O livro de Neiva Meriele de 213 páginas, conta a história de duas irmãs ricas, Rafaela e Fabiana que vivem presas por serem filhas do Antônio Donnelly que mantém a verdadeira identidade delas em segredo. Uma história cheia de mistérios e suspense, até que Fabiana e Rafaela resolvem descobrir porque o pai as mantém daquele jeito e saem para uma viagem em um trailer a fim de descobrir o que o pai tanto esconde, com isso vivem verdadeiras aventuras e descobrem o amor que leva o leitor a sonhar e imaginar cada aventura que elas viveram (sou prova disso rs).
Nessa aventura as garotas conhecem Leonardo e Hector que são homens lindos e charmosos, a história me prendeu durante um dia inteiro e pude realmente me apaixonar junto com elas.
O Livro tem um final surpreender e um clímax maior ainda, a autora nos faz acreditar em uma coisa e no final é outro totalmente diferente o que faz o leitor querer matar a autora do livro!

Indico esse livro para aqueles que amam um romance com mistério e muito suspense e até uma pitadinha de raiva.

Obrigada pelo carinho!!! além de parceira é uma grande amiga 

Entrevista: Leo Vieira

Postado por Viviann Kelly às 09:46 0 comentários
Primeira Entrevista do nosso blog!! 

Leo Vieira um autor amante da literatura, jornalista, já escreveu peças de teatro dentre outras coisas e nessa entrevista iremos conhecer um pouco mais do seu trabalho

1-   Leo, qual foi sua inspiração para escrever seu livro Alecognição?
Antes de tudo, obrigado pela oportunidade, Viviann. Bom, o livro na verdade foi
baseado em uma HQ já formulada há muito tempo, mas como o meu traço ainda não está profissional o suficiente, optei por adaptá-lo para um romance. Os que já leram perceberam que muitas cenas eram muito visuais também, com muita descrição dos cenários e ambientes.
A inspiração maior veio de sonhos e também de textos sobre libertação mental. Inclusive, o livro é muito incentivador neste ponto, sobre a mudança de atitudes, começando pela forma de pensar.
2-   Dentre tantos os prêmios que foram citados em sua biografia que se encontra no nosso blog, qual deles mais gostou de ter ganhado?
É muito bom receber premiações e reconhecimentos, mas não costumo parar para pensar nisso, porque o aplauso um dia morre. Eu fico muito feliz e também cada dia é muito especial, mas o melhor reconhecimento mesmo é quando eu descubro que um texto meu serviu de motivação para alguém e foi elucidativo em algum aspecto.
3-   Como conheceu esse mundo literário?
Através de pesquisas. Eu já escrevo muito antes do advento da internet e das redes sociais. As tribos e comunidades virtuais realmente são muito úteis para manter os laços profissionais literários. É maravilhoso poder trocar ideias e informações com pessoas de vários estados e até de alguns países. Eu sempre faço questão de manter contato com todos os blogueiros parceiros e confrades das academias de letras em que eu sou filiado e colaborador.
4-   O livro Alecognição é voltado para que tipo de publico?
Público jovem e público adulto. Ele é uma série de aventura e suspense com 3 partes (onde o personagem principal tem 5, depois 15 e depois 25). Para esse ano ainda, pretendo publicar esses 2 últimos livros.
5-   Conte- nos um pouco sobre as feiras literárias do qual você organiza.
Elas têm o propósito de unir os públicos de todos os autores participantes. Fazemos um circuito cultural literário, onde os escritores têm a oportunidade de se prepararem (marketing virtual programado), se promoverem e assim vender os seus livros. Eu mantenho parcerias com vários grupos, em especial o Clube dos Novos Autores (coordenado por Adriana Vargas) e também o Recicla Leitores (coordenado pela família Aline Lucas, Victoria e Alex Wolbert). A ideia é que essas feiras aumentem o alcance ao público e também se torne algo itinerante, percorrendo diversos Estados.
6-   Qual seu maior sonho?
São muitos, mas estou me contendo na ansiedade e trabalhando e desenvolvendo um dia de cada vez. Mas sonho em um dia ver a literatura transformando e colaborando para um mundo mais feliz.
7-   Em uma de nossas conversas, você comentou sobre um novo blog de quadrinhos, conte-nos sobre esse projeto.
Ele se chama "Coliseu dos Quadrinhos" e será uma marca distribuída em blog, site, página social, canal de vídeo, selo editorial, entre outros meios de licenciamento. Ele estreou antes do dia 30 de janeiro, que é a data em que se comemora o Dia do Quadrinho Nacional. Ele terá textos didáticos sobre elaboração, criação, organização, desenvolvimento, publicação, entre outras coisas sobre o mercado de quadrinhos. Outro
diferencial é que ele terá também mascotes que ilustrarão charges e crônicas sobre este assunto.
A ideia é desenvolver os escritores para um novo desafio em um campo editorial que também é muito possível.
8-   Deixe uma mensagem para os leitores de Point da Literatura
Que todos vocês continuem apreciando a literatura e que saibam extrair o poder do conhecimento que está presente nesta nobre dádiva que são os livros. E para quem também é escritor, que não desistam dos seus objetivos e continuem a caminhada literária pacientemente.
9-   Pense Rápido: Uma pessoa, um lugar, um momento, um filme?
Uma pessoa: Livia (minha noiva); um lugar: a Praia de Icaraí (Niterói) no fim da tarde;  um momento: o de ócio, quando mais ideias cirativas surgem; um filme: "A Origem".

10-              Quais seus planos para 2015 e projetos?
2014 foi um ano bastante literário e pretendo que 2015 seja um ano editorial. Pretendo realizar o lançamento do meu selo editorial e a publicação de todos os meus livros que estão reservados, inclusive o relançamento de "Alecognição".
Além do "Coliseu dos Quadrinhos" (sobre histórias em quadrinhos) e do "Antro Literário" (sobre literatura e mercado literário e editorial) também estou programando o lançamento e desenvolvimento de outras 3 marcas que terão um foco também institucional, com muito apoio e interação com o público. 
11-              Existe algo que você se arrepende de ter feito?
Algumas coisas cotidianas, mas nada que me fizesse baquear gravemente. Quando eu me sinto lesado ou constrangido por alguma situação ou escolha mal feita, eu procuro logo reverter a situação o mais rápido possível. É muito comum passarmos por erros. O importante é saber lidar e também não repetí-los.

Um ótimo currículo e um belíssimo autor! Acompanhe suas novidades em nossa página no facebook.

Abraços Literários




sábado, 7 de fevereiro de 2015

Parceria: Suzy Hekamiah

Postado por Viviann Kelly às 18:17 0 comentários
Boa noite pessoal,

mais uma de nossas parceiras

Eu me chamo Suzy Hekamiah, até hoje já participei de mais de 25 livros como contista de Literatura Fantástica e poetista.
Eu comecei a me interessar por contar histórias desde criança, antes mesmo de ler algum livro, eu já gostava de brincar de criar personagens. É algo que nasceu em mim. E foi na escrita, quando entrei na escola, que passei a transportar eles, porém até hoje eu tenho uma ligação forte com todas as outras Artes, principalmente com Música, Atuação, Cinema e Pintura.
 Em 2009, após divulgar meu blog ( hoje meu site www.suzyhekamiah.com) em fóruns pela internet, fiquei sabendo de concursos para antologias, na qual comecei a participar. Foram 28 participações até o momento.
 Em 2013, lancei meu primeiro livro solo de Fantasia com temática sobre piratas, intitulado "Código do Mares - Os Contos do Tempo", pela minha antiga editora Literata.
E em 2014 priorizei o projeto Marmor, na qual sou uma das autoras responsável pelo desenvolvimento do RPG, HQs e outros livros e coisas internas. O Marmor é um mega projeto multicultural que reúne mais de 20 artistas nacionais e internacionais de várias áreas artísticas que começou há quatro anos. O lançamento do primeiro trabalho do Marmor aconteceu na Comic Con Experience ano passado e nossa editora é a Leya ( selo Fantasy).

 Sobre o meu livro  Código dos Mares, ele seria uma trilogia com a Literata e o segundo volume sairia ano passado. Porém, com as mudanças por eu sair da Literata, ele será relançado de forma única neste ano ( ainda sem mês definido). Também tenho em mãos o meu thriller Démodée que até a metade do ano será lançado. Além do RPG do Marmor que também lanço neste ano.






DÉMODÉE ( lançamento no segundo semestre de 2015):

"O luxo não pode ser contido... E nem o horror."

Em plena época de um dos maiores eventos de estilo do mundo, o São Paulo Fashion Week, dois acontecimentos chocam o mundo da Moda: A ossada de uma famosa modelo desaparecida há vinte anos é encontrada em uma antiga tecelagem em Manchester, no Reino Unido e na França outra super modelo desaparece. As pistas não estão claras, mas para o fotógrafo Daniel Backs, que encontrou os restos mortais da jovem, a única certeza é que todo glamour das passarelas esconde o pior dos horrores.



CÓDIGO DOS MARES 

Há muito tempo, em uma terra fantástica e única conhecida como Sociedade da Alvorada, uma misteriosa força sequestrou os reis imortais dos reinos de Hör e Nevue aniquilando muitos dos seres mágicos que neles habitavam. Passadas eras e com presságio que o estranho fenômeno voltará, a única pista é um mapa codificado encontrado por um grupo de piratas, liderados por Allan Thaos, que pode levar à lendária terra de Equalium, cujo descoberta de sua localização proporcionaria o conhecimento profundo sobre toda a origem do universo e controle do tempo

]



Para saber mais sobre o Marmor: www.marmor.com.br
Sobre o ALMA CELTA, primeiro livro do Marmor: http://www.casadapalavra.com.br/livros/608

Deixo o convite para ouvirem nosso primeiro álbum, cada música é um capítulo do livro: https://www.youtube.com/watch?v=uR6SVV4YFfU

Nosso primeiro clipe com todos os artistas do projeto: https://www.youtube.com/watch?v=hjttrbg5PkE

Mais sobre meus trabalhos/agenda/novidades: www.suzyhekamiah.com

E claro, podem me seguir pelas redes sociais:
https://www.facebook.com/suzy.hekamiah
http://instagram.com/suzy_hekamiah

Parceria: Getúlio Mac Cord

Postado por Viviann Kelly às 17:21 0 comentários
Boa noite,

Segue mais um de nossos parceiros



Getúlio Mac Cord é radialista, pesquisador de MPB e engenheiro.
Já aos 17 anos, fez sua primeira entrevista com Paulinho da Viola, pois este já conhecia Caetano Veloso desde a época anterior ao Tropicalismo.
Getúlio sonhava em escrever um livro que pudesse, de certa forma,
descobrir o Brasil em toda sua amplitude cultural. Ele sentiu que, através da música
que ele já amava tanto, essa resposta poderia ser dada.
E, com o instigante e amplo movimento da Tropicália, essa resposta foi examinada.

De lá para cá muita água correu por baixo da ponte e esse especialista em manutenção passou 30 anos pensando este livro e colhendo depoimentos do que há de melhor no cenário cultural brasileiro. Para ele, a Tropicália é um regurgitar de 22, numa clara referência à Semana de Arte Moderna daquele ano e ao movimento antropofágico de Oswald de Andrade.
Tropicália - Um Caldeirão Cultural contém, além da pesquisa do autor,
 uma coletânea de depoimentos históricos que remete a uma reflexão sobre a época,
 sem deixar de ter uma visão crítica sobre o período ou trazer à tona curiosidades e surpresas.

Para as 40 entrevistas feitas foram necessárias mais de 50 horas de conversas,
gravadas em mais de 50 fitas, 55 viagens, aproximadamente 4056 shows, incontáveis
recortes de jornais e revistas, em quase 300 páginas. Ufa!... Haja trabalho!

Tudo isso “descobrindo métodos ao trilhar o caminho", conclui Mac Cord.
Um cara bom de papo - essa expressão poderia muito bem sintetizar a personalidade
de Mac Cord, mas ele é muito mais. Carioca da Tijuca nasceu em 23 de março
do mesmo ano em que Jânio Quadros renunciaria à presidência do Brasil, não
por acaso o nacionalismo de Mac Cord está na razão direta do conteúdo de
sua obra, ou mesmo do que seu temperamento revela e muito além do que seu
prenome imprime.

O Mac Cord é de origem escocesa e fala pouco no sangue flamenguista do autor.
Compositor, ele também é do samba, mas quando se pergunta qual sua Escola de Samba, ele responde mineira e poeticamente: “Nasci Mangueira, Portela também sou”.
Bem humorado! O mesmo bom humor marca o tom que Mac Cord cuida de levar para o
interior do seu Tropicália, Um Caldeirão Cultural, coisa que consegue
sem muito esforço, até mesmo pelo alto astral dos depoimentos, onde desfilam
personalidades como Rogério Duprat, Jorge Mautner, Jards Macalé, Capinan,
Guilherme Araújo, Sérgio Dias, Sérgio Ricardo, José Ramos Tinhorão, Caetano
Veloso, Gilberto Gil e Tom Zé, de quem Getúlio ganhou o prefácio onde este afirma:

“Além das revelações dos artistas participantes e de coadjuvantes expressivos,
é bom que o tema tenha sido tratado com clareza orteguiana, como a do autor,
pinicando o leitor com a vontade de saber mais na próxima página”.

Agora é ler e confirmar!”

Parceria: Ahtange Ferreira

Postado por Viviann Kelly às 16:48 0 comentários
Boa noite pessoal, essa parceria é uma das minhas favoritas, pois foi com um grande carinho que foi aceita na lista de parceiras delas... Obrigada pelo carinho.. Estou muito feliz!!!



Maranhense, nascida em setembro de 1974. Muito cedo tive que aprender a lidar com perdas e decepções. Sempre fui apaixonada pelos livros e seu mundo mágico dos sonhos, contos e romances, os meus preferidos.
Camilo Castelo Branco muito me influenciou em seu "Amor de Perdição".
Amo ainda a filosofia e a psicologia, embora seja leiga em tais assuntos, minha alma regozija-se quando me deparo com tais tratados.
O pensamento e a alma humana são tesouros inesgotáveis e maravilhosos.
Minha formação: Bacharel em Teologia, Especialista em Educação Especial. Pós-graduada em: Psicopedagogia Clínica e Institucional. Língua portuguesa e Literatura. Coordenadora da campanha MARIA DA PENHA EM AÇÃO por um PAÇO sem violência.
Imortalizada no dia 09 de maio de 2014 pela ACADEMIA DE LETRAS DE PAÇO DO LUMIAR.

Não sei se sou quem acho que sou só sei que dentro de mim mora alguém que ainda não encontrou sua essência. Sou um abismo e luto para transpor e chegar até mim. Sou alguém que vive, morre, ri, chora, ama, odeia, sente tudo e nada sente...
Escrevo para mim e o que sinto, cabe a cada um interpretar e sentir de acordo com seu próprio estado de espírito.
Não vivo minha vida de acordo com os princípios dos outros, minhas palavras são pequenas amostras do meu eu, portanto, não me julgue, nem tente me entender, apenas me leia nas entrelinhas.






Sinopse: Marcas Indeléveis: É uma daquelas estórias inesquecíveis. Que permanecem na memória por muito, muito tempo. Os grandes temas da literatura e da vida estão compondo este magnífico romance, baseado em fatos verídicos: amor, ódio, sexo, traição, violência doméstica, culpa e redenção. O amor, essa febre que nos invade a alma e queima o corpo e nos lança no mar; no mar, ora de rosas, ora de espinhos e lágrimas, saudades, desatino. Amor louco, alucinado, inefável: sentimento que nos acomete nos arremete ao infinito, ao mais longínquo dos mares d’alma.. 

O amor que não é, senão de perdição, de afagos e desvarios. Ame e o amor te levará por caminhos, veredas, canções e emoções errantes, inimagináveis, incompreensíveis aos olhos dos loucos que não conhecem a lucidez da loucura de amar.  Marcas Indeléveis é uma história baseada em fatos reais, nos mostra como o ser humano é complexo em suas atitudes e sentimentos. Esther vive uma trajetória de perdas e frustrações e parece não aprender com os próprios erros... Traumas  adquiridos na infância acompanham sua vida adulta tornando-a um inferno do qual ela não consegue sair... Mas haverá uma chance? Ela finalmente será capaz de se libertar? Após várias tentativas frustradas, ela desiste do amor até encontrá-lo de maneira inesperada e nunca antes sentida.


Sinopse: Psicopatia No psicopata o que predomina é a possessividade. Como eles são exímios egocêntricos e não sentem nada, eles não têm a insegurança típica de quem ama, mas sim um sentimento de posse, na qual a outra pessoa é vista como um objeto que é apenas dele e não deve ser dividido de forma alguma. Às vezes, quando eles demonstram afeto por alguém, ou é pura dissimulação ou um grande sentimento de possessividade por tal pessoa, o que faz frequentemente, a princípio, acreditarem que estão apaixonados, quando na verdade, não sentem nada mais que posse pelo outro.
 Um homem fisicamente lindo e desejável. Alex vivia aparentemente um casamento feliz, até descobrir que Helena estava grávida, desde então passa a demonstrar sua verdadeira face violenta, cruel e assassina. A possessividade e a frustração libertará o monstro frio e calculista que sempre vivera escondido no interior do ser aparentemente dócil gentil e sociável.
Desencadeando uma série de assassinatos com requintes de crueldade, e prazer sexual que beira a loucura. Mostram quão perigosas podem se tornar experiências infantis traumáticas. Uma trama que o fará conhecer um pouco mais de mentes doentias e comportamentos inerentes ou adquiridos. Um romance forte que vai levar o leitor a um mundo cheio de perigos, fantasias e desejos contidos. Num belo sorriso ou num olhar marcante. Fique atento. O inimigo pode estar ao seu lado.



Sinopse Clandestino Amor: Eduardo Martins, empresário bem sucedido no ramo da construção civil, ingressa no mundo da política e passa a envolver-se num perigoso jogo de interesses em meio a intrigas, corrupção e assassinato. Um amor nascido de um olhar. Um desejo que cresce na clandestinidade... Até explodir em dois corações. Um carente e solitário que já não esperava se apaixonar. O outro comprometido, porém arrebatado por um amor que o leva a cometer loucuras por alguns instantes. Eduardo se apaixona por Melissa Mackenzie, sua assessora, viúva de um político influente que fora brutalmente assassinado. O caso foi arquivado por falta de provas. No entanto, dentro do partido, paira um mistério. A quem interessaria a morte de Maciel Andrade Mackenzie? Clandestino Amor. O certo e o errado dependem do prisma de quem sente. Eduardo terá que escolher entre levar uma vida em um casamento de aparências e seguir, sufocado no peito, seu verdadeiro amor. Ou deixar tudo para trás e seguir seu coração? Escolha difícil num cenário que envolve posição social, dinheiro e poder.









 

Point da Literatura Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review