domingo, 8 de março de 2015

Entrevista: Elaine Velasco

Postado por Viviann Kelly às 12:25 0 comentários
Agradecemos a oportunidade e o carinho depositado no Point da Literatura

Elaine Velasco nasceu no interior de São Paulo, na cidade de Itapeva, em junho de 1981. Formada em Matemática, com especialização em Gestão e Supervisão de Ensino, lecionou por uma década em escolas públicas, particulares e também em Instituições de Ensino Superior. Atualmente, dedica-se integralmente à Literatura, além de escrever, trabalha na área de editoração na Madras Editora. 
Autora de Limiar (2012), Abismo (2013), Refúgio (2014) e também de Filhos de Lilith e A Herança de Lilith, ambos com previsão para lançamento para o ano de 2015 pela Madras Editora.

1-      Elaine, qual foi sua inspiração para escrever Limiar?

Sempre fui fascinada por anjos, demônios, religiões e crenças. Mas a inspiração surgiu mesmo quando tive contato com livros de Literatura Fantástica, que mesclaram fantasia e romance, foi o “gancho” que me fez criar Limiar.

2-       Antes era uma trilogia de Limiar entre o céu e o inferno, porque decidiu colocar todos em apenas um livro?

Por uma questão “mercadológica” mesmo. Muitas pessoas ainda resistem a ler séries, tendo até mesmo receio de comprar um livro e depois não encontrar sua continuação. Com o volume único, fica mais fácil.

3-      Como conheceu esse mundo literário?

A minha “entrada” nesse meio foi muito inusitada. Eu não conhecia nada, ninguém e estava super “por fora” do mercado nacional. Tive que aprender tudo “dando cabeçada”.

4-      Qual foi a sensação de ser a mais nova autora da Madras Editora?

Até a bienal de 2014, eu não conhecia a Madras, mas quando visitei o lindo estande da editora naquele evento, fiquei encantada, apaixonada e coloquei na cabeça que não iria sossegar enquanto não conseguisse publicar por essa editora e como quem acredita e luta pelo o que quer consegue, cá estou eu, realizando esse sonho de publicar com uma editora que tem tudo a ver comigo!

5-      Se pudesse ser um personagem de todos os livros que já leu, qual seria?

Acho que vão me matar por isso, mas lá vai: eu gostaria de ser a Bella, de Crepúsculo J

6-      Qual seu maior sonho?

Consolidar minha carreira de escritora e por que não ganhar tanto dinheiro e fama como Paulo Coelho, Thalita Rebouças, Mauricio de Souza, rs.

7-      Lendo seu livro Limiar entre o céu e o inferno, você deixou seus personagens cada vez mais vivos em nosso coração, acho que soube que na época que estava resenhando seu livro sonhei com a Rosa Branca em minha cabeceira rsrs, mas como foi definir cada um desses personagens? Foi uma tarefa difícil?

É incrível como certos personagens “ganham vida”, independentemente da vontade do autor. Alguns personagens ganharam notoriedade e conquistaram os leitores de uma forma inesperada. É o caso de Alice, que “cresceu” tanto, que agora ganhou uma série só dela: Filhos de Lilith, que ao contrário do que se pensa, não é uma continuação de Limiar, mas uma história paralela e independente.

8-      Deixe uma mensagem para os leitores de Point da Literatura

Nunca desista dos seus sonhos e seja sempre fiel a você mesmo, não importa o que os outros digam, quem faz acontecer é você!

9-      Pense Rápido: Uma pessoa, um lugar, um momento, um filme?

Uma pessoa: minha filha, Alice.
Um lugar: Santiago, Chile.
Um momento: quando peguei meu primeiro livro nas mãos.
Um filme: O lado bom da vida

10-   Quais seus planos para 2015?


Trabalhar muito, participar de muitos eventos, inclusive da Bienal do Rio, consolidar minhas carreiras de escritora e editora, bem como o selo Madras Teen e o Madras Hot, pelos quais sou responsável. 

Agradecemos o Carinho que tem por nosso blog, continue essa mulher de sucesso que tem se tornado a cada dia!

Entrevista: Felipe Sales

Postado por Viviann Kelly às 12:11 0 comentários

Agradecemos a oportunidade e o carinho depositado no Point da Literatura

Felipe Sales Mariotto, nascido em 18/01/1980 na cidade do Rio de Janeiro, médico formado pela UFRJ, em sua estreia literária.

         1-   Felipe, qual foi sua inspiração para escrever A festa?

A Festa não teve nenhuma inspiração específica, mas surgiu da necessidade de apresentar uma sociedade que, por muitas vezes, se deixa levar pelos estereótipos de beleza em detrimento da essência que nutre cada um de nós.

2 -    Vejo em sua biografia que é formado em medicina, o que fez escrever seu primeiro livro?

            Constantemente sinto uma curiosidade por novos temas e artes. Não pretendo carregar um único carimbo: o médico. Quero desenvolver outras potencialidades. Sempre gostei de escrever poemas. Então, por que não escrever um livro?

3-   Como conheceu esse mundo literário?

A leitura faz parte do meu dia a dia. A viagem que o livro propõe é algo encantador. Escrever é criar um mundo novo, descobrir universos inteiros dentro da infinita capacidade criativa de cada um. De tanto ler e imaginar, quis colocar ideias minhas no papel. Depois, vieram as pesquisas na internet e o estímulo de amigos e leitores.

4-   Como você define os personagens de seu livro?

São pessoas normais presenteadas pela natureza com um dom: a beleza. Os principais são:
Richard, que sempre foi carente e submisso, mas sua imagem era sua arma de sedução e fortaleza.  Quando o encanto se quebrou, ele não soube lidar com a perda.
Ítalo, seu namorado, precisava mostrar para si e para sua família sua capacidade de crescimento, mas não conseguia controlar seus impulsos autodestrutivos.
Isabelle era uma boneca de porcelana com vida, porém de temperamento forte e independente. Pedro, seu namorado, era o mais centrado de todos e loucamente apaixonado por ela.
Pablo, o mauricinho do grupo, gostava de meninos e meninas, mas sofria com a vida vazia que levava.

5-   Se pudesse ser um personagem de todos os livros que já leu, qual seria?

Robert Langdon, sempre nos melhores cenários e desvendando os maiores mistérios.

6-   Qual seu maior sonho?

Ser cidadão do mundo, sem endereço fixo, viajando ao lado das melhores companhias.

7-   Para qual tipo de publico é o seu livro?

Um público sem pudores, dispostos a enxergar um mundo sem barreiras. Não creio que a temática homossexual e erótica torne o livro exclusivo desse segmento de leitores.

8-   Deixe uma mensagem para os leitores de Point da Literatura

Não se iluda, nem se engane.
Não se desespere, nem reclame.
Erre, aprenda e mude.

Mantenha acesa a chama.


Para minha chama de escritor permanecer acesa, preciso de divulgação. Quem gostou do livro, por favor, multiplique.

9-   Pense Rápido: Uma pessoa, um lugar, um momento, um filme?

Uma pessoa: minha mãe.
Um lugar: uma noite estrelada no deserto.
Um momento: quando eu ouvi “Eu te Amo”
Um filme: Hoje Eu Quero Voltar Sozinho.


10-              Quais seus planos para 2015?

Lançar meu novo livro (LEON) e muitas viagens.



Agradecemos o carinho desse autor que sempre está nos acompanhando com o crescimento do Blog, desejamos sucesso nessa sua carreira e que seja apenas o começo!


 

Point da Literatura Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review